HomeReviewsGuiasE-SportsMobile Gaming

A Kaspersky deu um passo em frente para favorecer o “jogo limpo” nos eSports com o lançamento de uma solução que permite detetar, em tempo real, práticas desonestas nas competições de eSports.

A Kaspersky Anti-Cheat, desenvolvida para ajudar os organizadores deste tipo de competições a combater práticas desonestas em jogos online, é uma nova solução baseada em cloud que, além de detetar estas práticas em tempo real, permite a partilha de relatórios automatizados com os clientes, para que possam tomar medidas disciplinares.


Os jogadores são frequentemente enganados nos jogos online. Apenas 12% dos jogadores referem que a sua experiência em logos muitiplayer nunca foi arruinada por ações desleais de outros jogadores, segundo o último inquérito de Global Gaming realizado pela Irdeto. E mais: um em cada três jogadores confessam já ter enganado outros jogadores.

Através das suas práticas, os jogadores desonestos podem deixar de fora da competição outros jogadores ou profissionais, o que acaba por afetar as relações dentro da comunidade de jogos. Para além disso, as práticas desonestas podem afetar a popularidade e a reputação de um torneio e, eventualmente, reduzir as participações e o número de colaborações dos organizadores.

Para minimizar a ocorrência deste tipo de comportamentos em competições online de eSports, a Kaspersky lançou o seu sistema “Anti-Cheat”, que poderá ser facilmente integrado através da API da plataforma de eSports, para que os jogadores o possam utilizar e garantir um “jogo limpo” durante as várias fases online de uma competição, quando se torna mais difícil controlar estas práticas desonestas.


Com esta solução, os jogadores que queiram participar numa competição online necessitam apenas de instalar o Anti-Cheat que é distribuído pela plataforma de jogo. Depois de este ser instalado na sua equipa, é recolhida informação sobre o processo de jogo e enviada à cloud do Kaspersky Anti-Cheat, que irá analisar e detetar ocorrências suspeitas. Ao mesmo tempo, o árbitro da competição irá receber relatórios, em tempo real, sobre as práticas desonestas, através de uma interface web. Desta forma, a solução Anti-Cheat da Kaspersky oferece evidências técnicas sobre os comportamentos desonestos, sem realizar nenhuma ação sobre o jogador, uma vez que a decisão final é da responsabilidade do árbitro e dos organizadores da competição.

No entanto, é importante destacar que, apesar de garantir a deteção de práticas desonestas, o Kaspersky Anti-Cheat coloca a experiência do utilizador em primeiro lugar e, por isso, não afeta o decorrer do jogo, nem provoca a sua sobrecarga.

“O jogo limpo é muito importante para todos os jogadores que se esforçam por demonstrar as suas habilidades. Quando jogos como o CS:GO, PUBG ou o DOTA 2 passam a ser fraudulentos, os jogadores honestos deixam de jogá-los ou, simplesmente, desistem para sempre. No entanto, a nossa solução proporcionará a todos os jogadores de torneios online a oportunidade de manter um equilíbrio na comunidade de jogo e supervisionar a evolução das suas competições. Com a introdução do Kaspersky Anti-Cheat, a nossa empresa soma mais de 20 anos de experiência na luta contra o malware e o cibercrime, a um novo patamar. E vamos continuar com o nosso trabalho: ainda este ano, planeamos lançar o Kaspersky Anti-Cheat para jogos online com multijogadores”, explica Anton Selikhov, responsável pelo Kaspersky Anti-Cheat.

Esta solução da Kaspersky já está disponível em todo o mundo e foi desenvolvida não só para os produtores de jogos, mas também para organizadores de torneios de eSports. Para mais informações sobre parcerias e preços dos serviços, visite o site global https://go.kaspersky.com/anticheat.html

comments powered by Disqus
Usamos cookies para lhe dar a melhor experiência online. Ao usar o nosso website, está a concordar com o uso dos nossos cookies em concordância com a nossa política de privacidade. Saiba mais aqui.