HomeReviewsGuiasE-SportsMobile Gaming

Depois de aqui termos analisado várias versões do headset Razer Kraken, chegou agora o momento analisarmos uma dos sistemas de áudio mais avançados da marca, o headset sem fios Razer ManO’War.

Lançado em maio do ano passado, o Razer ManO’War  foi criado para oferecer conforto e áudio 7.1 de alta-fidelidade, ultrapassando as habituais questões relacionadas com a tecnologia sem fios, como é o caso da autonomia reduzida e atrasos na transmissão de áudio.


Mas antes de prosseguirmos com a análise às caraterísticas e desempenho do Razer ManO’War, vamos conhecer as suas especificações técnicas:

Auscultadores:

• Frequência de resposta: 20 Hz – 20 kHz
• Impedância: 32 Ω ­ a 1 kHz
• Sensibilidade (@1 kHz): 112 ± 3 dB
• Potência de entrada: 30 mW (Máx)
• Drivers: 50 mm, com ímanes de Neodímio
• Diâmetro interno da earcup: 60 mm / 2.36 in.
• Tipo de ligação: Transcetor Wireless USB
• Alcance Wireless: 12 m / 40 ft.
•  Frequência Wireless: 2.4 Ghz
•  Autonomia: Até 14 horas com iluminação Chroma / 20 horas sem iluminação Chroma
• Peso aproximado: 375 g / 0.83 lbs.

Microfone:

• Frequência de resposta: 100 Hz – 10 kHz
• Relação sinal-ruído: > 60 dB
• Sensibilidade (@1 kHz): -38 ± 3 dB
• Padrão de captura: Unidirecional

Requisitos do sistema:
• PC / Mac com porta USB; PlayStation 4 (apenas efeito de iluminação ciclo de espectro e saída de áudio stereo 2.0 estão disponíveis)
• Windows 10 / Windows 8 / Windows 7 / Windows Vista / Mac OS X (10.9 ou superior)
• Ligação à Internet para instalação do controlador
• Pelo menos 100 MB de espaço livre em disco

Conteúdo da embalagem:

• Razer ManO’War Wireless Gaming Headset
• Cabo de carregamento USB incluído
• Wireless USB Transceiver incluído
• Nase extensora Wireless USB incluídos

Design

Todo em preto com alguns acabamentos em plástico brilhante, o headset apresenta uma grande haste que é almofadada na zona de contacto com a cabeça, que por sua vez segura dois enormes auscultadores de 50mm, também eles com duas grandes e cómodas almofadas.

Com o logótipo da Razer na parte superior da haste, o Razer ManO’War não é propriamente um headset pequeno, mas curiosamente, também não é um headset pesado. Nas laterais dos auscultadores, encontramos o outro logótipo da marca, que fica iluminado pela paleta de cores Chroma quando o headset está ligado.  Na parte exterior, os auscultadores estão protegidos por uma grelha preta, que contrasta com a restante estrutura do headset e reforça robustez do conjunto.

Esta haste possui vários pontos de ajuste, incluindo a possibilidade de rodar os auscultadores até um ângulo bastante considerável, o que permite adaptar o headset a vários tamanhos e formatos de cabeça. A combinação das almofadas com o formato e possibilidades de ajuste da haste, e ainda a liberdade de movimentos que cada um dos auscultadores possui, torna o Razer ManO’War bastante confortável, mesmo em numa utilização mais prolongada.

O Razer ManO’War é um headset sem fios, sendo que a única ligação que possui é uma porta micro USB para carregar a bateria. A juntar a esta porta temos ainda o botão on/off, e dois botões (um em cada auscultador), que controlam e/ou desligam o volume do microfone e dos auscultadores. Uma nota ainda para o adaptador USB que fica preso ao auscultador direito do headset, passando muito despercebido.

O microfone do Razer ManO’War é retrátil e também possui uma grande capacidade de ajuste. Quando recolhido, o microfone passa perfeitamente despercebido, e quando é puxado para fora, pode ser moldado e ajustado para qualquer posição ou ângulo.

A completar o conjunto, temos uma extensão USB que permite ligar facilmente o adaptador USB em computadores que não estejam acessíveis, e o cabo micro USB para carregar a bateria do headset. Ambos os cabos são entrançados em fibra, o que lhes confere uma maior resistência.

Desempenho

Sendo o ManO’War um headset sem fios, existe sempre algum receio que falhe durante o jogo. Segundo a Razer, este headset tem uma autonomia de até 14 horas numa utilização contínua, ou até 7 dias numa utilização diária de 2 horas. Enquanto o utilizámos, não conseguimos alcançar estes números, até porque variam de acordo com o volume e perfis de iluminação, mas também nunca nos deixou ficar mal, revelando ter, de facto, uma enorme autonomia.

Outro questão muitas vezes levantada num sistema de áudio sem fios é o atraso de som em relação à imagem (ou "lag"), mas no caso do ManO’War, esse é um problema que não detetámos. Quanto à distância, podemos afastar-nos até 12 metros do computador sem que se verifiquem cortes no som

Tal como a maioria dos headsets para gaming, o ManO’War é um sistema com graves bastante fortes, sem prejudicar a nitidez dos agudos. Embora também possa ser utilizado para ouvir música, o habitat natural deste headset é mesmo o ambiente dos jogos, onde efeitos sonoros, como tiros e explosões, têm um grande impacto nos nossos ouvidos, mantendo a possibilidade de ouvir as vozes dos colegas de equipa enquanto jogamos online.

Independentemente da utilização que damos ao headset (jogar, ouvir música, assistir a um filme), podemos sempre recorrer ao software de configuração Razer Synapse que, para além de nos oferecer várias opções de equalização, também tem a capacidade de simular um ambiente sonoro 7.1.


Em termos acústicos, o Razer Kraken Pro atinge um nível de volume bastante elevado, e nenhuma situação notámos qualquer distorção. O isolamento da esponjas aliado à capacidade de som dos auscultadores, fazem com que quando colocamos o headset e ouvimos música ou jogamos com um volume médio, todos os ruídos à nossa volta passem despercebidos.

Quanto ao microfone, podemos dizer que cumpre bem a sua tarefa. O som é bastante nítido e capacidade de captação é muito boa, mesmo sem puxar o micofone para junto da boca. Lamentamos apenas o facto de não existir um botão que nos permita activar e desativar o microfone, pois sentimos essa necessidade em inúmeras situações.

Conclusão

O headset sem fios Razer ManO’War não é propriamente um equipamento barato. São necessários cerca de 200€ para obter este headset, mas quem tiver essa disponibilidade, terá na sua cabeça um dos headsets mais completos e avançados que já tivemos a oportunidade de analisar.

Áudio de grande qualidade em diferentes ambientes  sonoros, um enorme conforto que nos permite utilizar, sem problemas, o headset durante várias horas, e a independência e liberdade da tecnologia sem fios que não compromete em nenhuma situação, são apenas alguns dos motivos que justificam o investimento no headset sem fios Razer ManO’War.

Guardar

Guardar

  • 9Design
  • 9Desempenho
  • 9Caraterísticas
  • 7Preço
  • Ótimo
    “um dos headsets mais completos e avançados que já tivemos a oportunidade de analisar”
    8.5
    comments powered by Disqus
    Usamos cookies para lhe dar a melhor experiência online. Ao usar o nosso website, está a concordar com o uso dos nossos cookies em concordância com a nossa política de privacidade. Saiba mais aqui.